quarta-feira, 2 de abril de 2014

ENTENDA A EVOLUÇÃO... OU ADMITA QUE NÃO QUER SABER!


ENTENDA A EVOLUÇÃO... OU ADMITA QUE NÃO QUER SABER!


"Há evidências de que a evolução ocorreu? A resposta é sim; as evidências são esmagadoras. Milhões de fósseis são encontrados exatamente nos locais e profundidades calculadas caso a evolução tivesse ocorrido. Jamais foi
encontrado um fóssil que serviu de evidência contra a teoria da evolução: a descoberta de um mamífero
incrustado em rochas mais antigas que os peixes, por exemplo, seria suficiente para refutar o evolucionismo"
(Richard Dawkins - A Improbabilidade de Deus")

A Evolução é fato! Doa a quem doer! Qual o problema de encarar a realidade?

É matéria das escolas, cheia de evidências incontestáveis, BASTA QUERER SABER!

Ignorância pura, mal ler sobre o tema e já sair detonando, divulgando falácias criadas com a intenção de confundir os incautos e tapar o sol com a peneira.

Quem não quer saber do assunto, tudo bem, pois ninguém é obrigado a ter interesse em biologia, ou qualquer outra matéria, mas OUSAR FALAR CONTRA MESMO SEM ENTENDER?

É o cúmulo da ignorância.

Eu JAMAIS contestaria o que não sei, o que não aprendi, ou o que não "entra na minha cabeça".

O que não dominamos, nem temos disposição (ou capacidade) para entender ou aprender, então NÃO DEVEMOS NOS POSICIONAR, e sim nos abstermos.

Mas não é o que acontece com a maioria dos  "debatedores" religiosos que mesmo demonstrando conhecer pouco sobre o assunto, insiste em atacar a biologia estabelecida, divulgando que a evolução não ocorre, e sim que é uma espécie de crença, engano, ou uma farsa científica.

O problema é que os religiosos ficam sem saída, já que a evolução desmonta vários dogmas, tornando seus livros ditos sagrados, imprecisos, ou mesmo mentirosos e obsoletos.

Quem manda construir castelos de vento? Viver de fantasias? Não cultivar atitudes lúcidas? Gostar de ler e tentar entender o mundo?

Falta de interesse? De capacidade? Não importa! Existe uma verdade e grupos que a evitam, E AINDA QUEREM DESTRUÍ-LA!

Um dos "melhores" argumentos dos que desprezam a evolução, é alegar que por exemplo, um olho é algo tão "perfeito", que somente uma inteligência superior poderia tê-lo feito.

Para esses argumentadores, a Teoria da Evolução não explicaria tal maravilha da natureza!

Ora, QUEM DISSE QUE NÃO EXPLICA? JÁ ATÉ EXPLICOU! Basta se inteirar a respeito, sair da ignorância temporária.

Um olho NÃO É PERFEITO! Ele ainda está evoluindo! NADA PAROU!

Ele obviamente não existia nos primeiros organismos, mas MUTAÇÕES minúsculas que não eliminam os seres, terminam ficando neutras ou alterando alguma coisa.

O primeiro micróbio que por mutação, ficou com uma área de seu corpo um pouco mais sensível à luz, já passou a poder diferenciar para onde queria ir, e passou essa característica a seus descendentes.

Esse tosquíssimo princípio de olho terminou sofrendo mais mutações nos descendentes desses seres, e as que foram positivas, MELHORARAM O SENSOR DE LUZ 0,000001%, e assim sucessivamente por MILHÕES de gerações, até o ponto em que já dava para perceber algum vulto aparecendo ao longe, fazendo com que o ser já pudesse fugir de algum predador.

Essa microvantagem na verdade era IMENSA em termos práticos, e possibilitou a sobrevivência de mais seres com essa capacidade, fazendo com que eles passassem para seus filhos sua nova característica 0,00001% mais avançada que a de seu pai "mais cego".

Assim, de degrau em degrau, POR BILHÕES de anos, o olho foi melhorando, entre uma mutação e outra, EM TODOS OS ANIMAIS CONHECIDOS.

A evolução não se importa com o indivíduo, na realidade. Tanto que em animais que passaram a viver em cavernas ou nas profundas da terra ou do mar, O OLHO INVOLUIU.

Mas não foi intencionalmente, e sim porque na escuridão total ele não era mais necessário, e mutações negativas que pioravam o olho, não afetavam mais a vida do animal, e seus filhos podiam herdar essa "desvantagem neutra" normalmente.

Quando os estudiosos analisam a estrutura dos olhos, seja de qual animal for, ele percebe que, longe de ser perfeito, ele é "apenas funcional", um cacho de estruturas "esculpidas" por eras e eras, que "sem querer" terminou ajudando na qualidade de vida de seus portadores.

O grande problema de entender a evolução se resume basicamente a duas coisas:

1-Falta de noção do tempo: NEM OS CIENTISTAS conseguem abarcar a ideia de BILHÕES DE ANOS, quanto mais leigos incautos e de má vontade.

2-Entender que TODOS os seres vivos SÃO MUTANTES, e que basicamente a cada concepção, que afinal é uma coisa física, MICRO ERROS SÃO COMETIDOS.

Esses erros em sua maioria passam despercebidos, mas alguns outros prejudicam o organismo em questão, MAS ALGUNS BENEFICIAM.

Qual o problema de entender isso? NÃO É TÃO DIFÍCIL ASSIM. Que achar que é difícil entender, DESISTA de qualquer debate, e assuma que é bitolado!


NO EXCELENTE DOCUMENTÁRIO "A RAIZ DE TODOS OS MALES" (PROCUREM NO YOUTUBE), RICHARD DAWKINS MOSTRA JUSTAMENTE O ABSURDO DE HAVER TANTAS EVIDÊNCIAS, MAS OS FUNDAMENTALISTAS INSISTEM EM NEGAR (ISSO É IGNORÂNCIA!)

Não adianta dizer que não acredita nisso, pois está comprovado por milhares de evidências, pelos muitos pesquisadores e seus laboratórios, pela biologia molecular e pela coleta de fósseis.

É BOBAGEM uma das afirmações favoritas de quem quer detonar a evolução, que é  a de que não existem fósseis que a comprovem, que "nenhum elo perdido entre o homem e o macaco", por exemplo já foi encontrado.

Desculpem a má palavra, mas É BURRICE dizer que o homem veio do macaco. QUEM DISSE ISSO? Só vejo criacionistas dizerem isso, com a intenção de ridicularizar a evolução.

A ciência diz que o homem e os macacos vieram de um ancestral comum, PONTO.

Na realidade, parece que a vida na terra inteira veio de um ancestral comum, é isso que está evidenciado, em miríades de vestígios. Essa conclusão é praticamente inevitável para a ciência.

O grande salto é quando e como a matéria morta adquiriu vida, com capacidade de reprodução...

O que parece evidente é que a vida é inerente à matéria complexamente arranjada, sem nada que indique uma "energia vital", "sopro divino", "alma" ou qualquer coisa do gênero.

Dentro da matéria já existem forças suficiente para justificar arranjos e interações, que aliados aos bilhões de anos de inter-relação dos materiais contactantes, muitas reações químicas são possíveis, e entre as reações mais interessantes, temos o primeiro elemento arranjado do tipo DNA, porém muito mais simplificado.

Esse protótipo de DNA já é senhor de toda a continuidade possível, bastando para isso apenas tempo, MUITO tempo mesmo, mas ele enfim chegou até nós.

O que parece impossível é o tempo que todo o processo leva. Tempo esse que simplesmente não conseguimos nem imaginar, pois é da ordem de bilhões de anos...

Só para dar o tom da magnitude do bilhão, imaginem a comparação de um milhão com um bilhão:
1.000.000 de segundos = 16.667 minutos = 278 horas = 12 dias = 0,0317 anos
1.000.000.000 de segundos = 16.666.667 minutos = 277.778 horas = 11.574 dias = 31,7 anos

Resumindo: Um milhão de segundos vale por 12 dias, já um bilhão de segundos vale por quase 32 anos!

Agora imagine a evolução numa terra de mais de quatro bilhões de anos? (4.000.000.000 anos!)

É TEMPO PRA CACETE! Nem os maiores sábios, cientistas ou pensadores consegue conceber tamanha escala de tempo.

Felizmente temos a matemática para nos ajudar a colocar na escala essas idéias poderosas.

Nesse link, mostro uma coletânea em meu site com textos meus sobre o assunto e dicas de leituras de experts.

(Pode clicar que vai abrir em outra janela)

E para não dizer que só puxo a sardinha para a minha brasa, acabei de achar esse maravilhoso texto no excelente site HYPERSCIENCE, em português, bastante instrutivo, E OBVIAMENTE MELHOR QUE O MEU.




NÃO TEM DESCULPA! ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS UM DOS ASSUNTOS MAIS FASCINANTES E QUE AJUDA A NOS EXPLICAR.