terça-feira, 8 de outubro de 2013

A EVOLUÇÃO PARA QUEM QUISER VER!

CLIQUE NO MAPA PARA DAR ZOOM
A EVOLUÇÃO PARA QUEM QUISER VER!
Os que relutam em aceitar a Teoria da Evolução, fingindo que ela não existe e nem procurando se informar sobre ela, são pessoas obviamente problemáticas, que insistem em não enxergar um palmo diante do nariz.

Primeiro que ESQUECEM ou resolvem NÃO MAIS CONSIDERAR as aulas de biologia, que todos nós tivemos na infância.

Segundo, devido a lavagens cerebrais promovida por padres ou pastores, INSISTEM em contestar a Evolução, mesmo diante de novas tecnologias, como por exemplo a Biologia Molecular, que PROVA por A+B que a evolução dos seres vivos é verdadeira.

Ora, ficar na ignorância não adianta nada, pois a verdade está lá, e pronto! É só procurar saber! Dá até nos jornais...

Por exemplo, em 1973, Peter e Rosemary Grant, foram estudar nas Ilhas Galápagos os grupos de pássaros tentilhões durante vários anos de observação e rigorosa coleta e comparação de dados.

O próprio Charles Darwin esteve nas diversas ilhas Galápagos em 1835, durante sua famosa expedição em volta ao mundo, e estudou na época os tentilhões, constatando que o mesmo animal evoluía para formas diferentes em cada ilha, dependendo das condições de cada uma.

Por isso, Peter e Rosemary foram constatar o que Darwin constatou, 138 anos depois. Eles observaram que a evolução desses pássaros se mostrava "AO VIVO", de um ano para o outro, já que as mudanças climáticas, e etc das ilhas se alternavam e mudavam as relações entre a flora e a fauna.

Por exemplo, Quando uma seca assolou a ilha em 1977, e escassearam as sementes pequenas, os tentilhões-médios foram obrigados a comer as maiores e mais duras. Os com bico maior se deram melhor e sobreviveram, transmitindo a característica a seus filhotes.
O MESMO ANIMAL COM BICOS ESPECIALIZADOS, CONFORME SEU ALIMENTO

Isso demonstra que a evolução AINDA se processa entre os seres vivos, o que era de se esperar, segundo a ciência.

Imaginem então o quanto ela nos afeta em BILHÕES DE ANOS de interações entre flora, fauna, clima, etc, criando ou extinguindo espécies e mais espécies. Aliás, hoje em dia existem apenas uma ínfima quantidade de espécies do que já existiu no passado e se extinguiu.

Por que então, de uma vez por todas, "cientistas religiosos" que não querem enxergar a evolução, ou não acham possível, não reproduzem essas observações no local ou em qualquer outro para derrubar de vez a tão comprovada teoria?
O QUE DARWIN NÃO SABIA SOBRE A SELEÇÃO NATURAL
Seria um investimento de uns poucos anos, e relativamente pouco dinheiro, para tão importante confirmação, e estando a religião certa, AINDA JOGARIA NA CARA DOS CIENTISTAS E CÉTICOS DO MUNDO TODO QUE A EVOLUÇÃO É UMA FARSA!!!

Mas parece que as instituições religiosas não se interessam em financiar testes que DERRUBARIAM sim, as afirmações bíblicas, por motivos óbvios, e é por isso que a religião costuma odiar e desdenhar da ciência: ELA É SEU NÊMESIS! PARA A RELIGIÃO SE MANTER, SERIA NECESSÁRIO QUE A CIÊNCIA NÃO EXISTISSE.

É a maior balela dizer que elas poderiam coexistir. NÃO PODEM!

Não dá para eu ficar dando murro em ponta de faca. Vou repetir/adaptar o que li em algum fórum, não me lembro qual:


SE VOCÊ NÃO "ACREDITA" NA EVOLUÇÃO É PORQUE VOCÊ É IGNORANTE. TÁ TUDO NOS LIVROS, TÁ NA CIÊNCIA, TÁ NA HISTÓRIA! BASTA SE INFORMAR...

Afinal, é como a geografia ou a gramática: Ou você aprende ou não, seja por qual motivo for. E ainda por cima não é nada tão abstrato assim, depois de explicado. Não precisa ser gênio nem nada. Gênio foi descobrir!

É claro que a esperta ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana) já se posicionou a favor (parcialmente) da evolução, mas malandramente coloca deus mexendo os pauzinhos... e silencia quanto aos escabrosos erros do Gênesis, principalmente sobre afirmações de datas.

Conclusão: Nesse assunto, só permanece cego quem quer.

A Ciência não convive com a Religião. São excludentes, para quem é sensato.

UMA DAS DUAS VAI EVOLUIR, E A OUTRA VAI SE EXTINGUIR...

Não é só porque elas coexistem a algum tempo que isso tenha que ser mantido para todo o sempre.

Lembremos que O HOMEM inventou a religião na escuridão de sua infância, mas a ciência, o homem descobriu conforme foi ficando inteligente e informado.

SÃO COMO QUE ANTÔNIMOS! Mudemos os dicionários...

domingo, 6 de outubro de 2013

A ESCOLHA: MÉDICO RELIGIOSO OU NÃO?

 
 
Tempos atrás, eu levantei essa polêmica pergunta num fórum:

TESTE:
Imaginem essa situação: Você está num hospital empurrando uma maca sobre rodas com uma pessoa em doença terminal prestes a ser operada.

 Essa pessoa hipotética seria extremamente amada por você, como um filho, mãe, pai, avó ou cônjuge, e sua doença seria algo maligno dentro do cérebro, como um tumor, por exemplo.

Para qual porta você empurraria a maca para fazer a operação?

Sala de cirurgia 1:

Um médico religioso, normal como mais de 90% das pessoas.
 

Sala de cirurgia 2:
Um médico cético/ateu.
 

Sala de cirurgia 3:
Um médico extremamente religioso, que diz que Deus vai ajudar.
 
Lembrando que os médicos são em todo o resto,  teoricamente "equivalentes" em sua profissão.
 
MINHA resposta:
Num momento difícil como esse, é óbvio que eu não iria arriscar nada, e para isso, preferiria o médico que eu considerasse com a MAIOR PROBABILIDADE de êxito ao realizar uma microcirurgia tão delicada, corretamente, no maior alcançe humano possível.

Como acho que um médico religioso poderia (ou não) “afrouxar” a mão do bisturi, imaginando uma ajuda divina (Oh Deus, guiai-me), eu escolheria alguém talvez mais lúcido, cônscio da realidade e suas limitações, como o médico da sala 2, o cético/ateu.

Qual sala vocês escolheriam/arriscariam, e por que?