terça-feira, 3 de setembro de 2013

RESENHA: LIVRO O RIO QUE SAIA DO EDEN - Richard Dawkins


O RIO QUE SAIA DO EDEN - RIVER OUT OF EDEN
Richard Dawkins - 1995
R - 1
Um livro indispensável para quem quer entender biologia, com diversas explicações sobre temas da evolução, com aquele estilo límpido e inspirador, característico de Richard Dawkins.

Muito instrutivo, o livro é para todo aquele que quer entender um pouco sobre da mais poderosa, porém ao mesmo tempo, simples teoria científica: A teoria da evolução e suas ramificações e impacto na compreensão da origem da vida.

Eu adoro o primeiro capítulo, O Rio Digital, que nos mostra como os organismos transmitem suas melhores característica para as novas gerações, porém, sem mérito, já que as experiências adquiridas não ficam registrada nos genes, e vemos claramente que apenas as micro mutações acidentais é que realmente passam adiante.

O que é difícil de conceber é que MILHÕES e MILHÕES de gerações são necessárias para que as espécies evoluam.

Nossa mente não evoluiu para entender facilmente isso, já que só nos são familiares escalas de poucos anos.

É mágico sabermos que a vida cresceu na sopa primordial, graças aos seus componentes, mas que agora, esse mar primordial ESTÁ DENTRO DE NÓS, como se nossas células fosse um tipo de aquário.

O rio referido, é o rio de DNA, mas é um rio que corre através do TEMPO e não do ESPAÇO, "é um rio de informação, não um rio de ossos e tecidos..."

"A informação passa pelos corpos e os afeta, mas não é afetada por eles em sua passagem"

São frases iluminadas, repletas de insights para o leitor: "Os genes sobrevivem através dos tempos apenas se forem bons em
construir corpos que são bons para viver e reproduzir-se da maneira particular de viver escolhida pela espécie"

É interessante demais entender que os genes trabalham dentro de seu rio, que na verdade é uma espécie. Ou seja: 

Cada espécie é um rio isolado de genes.

Outra coisa que aprendi nesse livro é que GEOLOGIA é a grande influência da mudança de uma espécie em outras.

E é simples! Se alguma espécie forma um grupo e migra para longe de seu grupo original, e não mais se cruza, devido a distância, rio ou montanha, ou mesmo uma separação de continentes, as inevitáveis mutações em cada divisão celular necessariamente criarão espécies novas, bastando para isso a passagem de tempo suficiente.

Dá vertigem saber que hoje em dia existam uns 30 milhões de braços do rio digital, que é esse aproximadamente o número de espécies existentes na terra.

E isso é apenas um por cento das que já existiram desde o início. O que nos ensina que a grande maioria das espécies se extinguem!

É a maior viagem, imaginarmos retrocedendo em nosso rio de Homo-Sapiens, recuando aos poucos nos tributários do grande rio de Mamíferos, vertebrados, invertebrados, etc... ATÉ O REPLICADOR PRIMORDIAL, e apreciar a majestosa ideia de que homens, macacos, gatos, lagostas, lesmas, vírus e capim, SOMOS TODOS PARENTES, DESCENDENTES DE UM MESMO AVÔ DE BILHÕES DE ANOS ATRÁS!!!

A idéia é arrebatadora! Quem crê em Adão e Eva precisa urgentemente ler mais! Se informar evolui!

Tem um capítulo dedicado à grande pesquisa que causou a descoberta da "Eva Primordial", nossa ancestral comum. 

Muito interessante, outro sobre os pequeníssimos passos da evolução, mas que cobrem distâncias enormes, devido ao longo tempo de processo,  outro sobre a função de utilidade de Deus, muito bom também. É nesse capítulo que podemos ler a ótima frase "O ADN não sabe e nem se importa. O ADN apenas é. E nós dançamos de acordo com a sua música"

No último capítulo, A BOMBA DE REPLICAÇÃO, Dawkins nos explica a idéia dos limiares, dos níveis iniciais aos finais da marcha da evolução.

Mostra como aquela pequena partícula replicante pode influenciar enfim outros mundos, logo, outros replicantes.

Uma viagem...

Limiar 1:
O replicante capaz de reproduzir-se com erros aleatórios ocasionais, disputando recursos entre si.

Limiar 2:
O fenótipo - Alterações que garantem sua sobrevivência a longo prazo.

Limiar 3:
Equipe de replicantes - Pequeno oceano local de produtos químicos em que uma equipe de genes está mergulhada.

Limiar 4:
Multicelular - Possibilita fenótipos mais complexos e eficientes, ou seja, partes melhores.

Limiar 5:
Processamento de informação em alta velocidade - Neurônios, sistema nervoso, cérebro...

Limiar 6:
Consciência formada

Limiar 7:
Criação da comunicação pela criação da linguagem

Limiar 8:
Proliferação da tecnologia cooperativa.

Limiar 9:
Criação do rádio - Causa impacto além do planeta, detectando-se uns aos outros...

Limiar 10:
Viagem espacial - Possibilidade de contato com outras bombas de replicação...

LEIAM!

Um comentário:

  1. Coatings are available inClass 1, Class 2, and coil anodized finishes. Lead instances for all three finishes are as little as at some point. ASTM has the proper to confirm compliance with this Agreement, at its expense, and at any time during the course of regular enterprise best electric pencil sharpener hours. To do so, ASTM will engage an unbiased consultant, subject to a confidentiality agreement, to evaluation Licensee's use of ASTM Product and/or Documents.

    ResponderExcluir

COMENTE AQUI: